• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Governo do Estado anuncia novo Hospital Infantil de Cachoeiro

  • COMPARTILHE
Política

Governo do Estado anuncia novo Hospital Infantil de Cachoeiro

A maternidade será integrada à Rede Cegonha, contará com leitos de risco habitual e será referência em gestação de alto risco para os 26 municípios da região Sul de saúde

O governador Paulo Hartung anunciou, nesta sexta-feira (20), em Cachoeiro, que o novo Hospital Materno-Infantil será ampliado. O local receberá o investimento de R$ 5,5 milhões. A estrutura contará com 20 acomodações para que as mulheres aguardem pelo trabalho de parto ou possam acompanhar os bebês internados. O espaço será destinado especialmente para as mães de cidades afastadas de Cachoeiro.

Hartung contou que o repasse dos recursos já foi autorizado pelo Poder Executivo Estadual com publicação no Departamento de Imprensa Oficial (DIO). “Assinamos um crédito ao Hospital Infantil de Cachoeiro, que está desenvolvendo um projeto importante ao aproveitar o prédio e transformar um uma unidade de atendimento às nossas crianças. A liberação dos recursos é um passo importante para rede de atendimento da região sul do Estado”, pondera o governador.

Ele explicou que na região da Grande Vitória, o Estado avançou no atendimento infantil com a inauguração de um novo Hospital Infantil no HPM, e reformulação da gestão do Himaba, com ampliação do atendimento e horário de funcionamento. “No Himaba colocamos uma organização social que já alcançou resultados positivos nestes primeiros dias de funcionamento e ampliou o atendimento à população passando a funcionar todos os dias. Em Vitória, transferimos o pronto-socorro do Hospital Infantil para o Hospital da Polícia Militar (HPM) em uma nova estrutura com leitos, UTI e centro cirúrgico”, analisa.

Para o secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, investimento é muito importante para a região. “Vamos colocar em Cachoeiro uma maternidade que irá atender toda a região Sul. Uma infraestrutura adequada com 130 leitos para atender uma maternidade de alto risco e também o risco habitual. Isso é um planejamento que foi feito junto com todos os municípios da região Sul. A maternidade é uma obra importante para a região Sul. É uma infraestrutura que vai atender toda a região Sul em termo de cuidado materno-infantil”,completa o secretário.

Estrutura

A unidade hospitalar será implantada no bairro Aquidaban, no prédio onde funciona a Superintendência Regional de Saúde. Para a implantação total da maternidade, o governo federal fará um repasse de R$ 18 milhões.

Serão 130 leitos, sendo 20 de gestação de alto risco, 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (Utin), 10 leitos UTI adulto, 45 leitos de alojamento conjunto (mãe, bebê e acompanhante), 20 de Unidade Neonatal de Cuidados Intermediários Convencional (UCINCo), 10 de Unidade Neonatal de Cuidados Intermediários Canguru (UCINCa) e cinco leitos para o centro de parto normal.