• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Há dois dias, Cartório de Fundão não oferece serviços por falta de servidores

  • COMPARTILHE
Política

Há dois dias, Cartório de Fundão não oferece serviços por falta de servidores

"Nós não conseguimos ter acesso aos processos e nada além do protocolo funciona. Isso causa um prejuízo gigantesco para toda a população de fundão", garantiu um dos advogados que atua no município

A falta de servidores para atender a população no cartório de Fundão tem causado revolta e indignação de moradores da cidade e profissionais que precisam utilizar o local para dar andamento aos processos.

Desde a última quarta-feira (18), o cartório que funciona dentro do Fórum da cidade vem funcionando com apenas um servidor efetivo, segundo denúncias de advogados do município. Os outros dois profissionais que atuam no local não estão indo trabalhar - um gozando do seu período de férias e outra de licença-maternidade.

"A situação está assim desde quarta-feira, o local está de portas fechadas. Um dos profissionais saiu de férias mais cedo por conta da licença-maternidade que a outra servidora iria tirar assim que ele voltasse. No entanto, essa servidora precisou adiantar a licença e agora só estão os estagiários lá, que não podem realizar determinadas ações", disse o advogado Gleidson Demuner Patuzzo.

Segundo Patuzzo, o município tem ainda outros três servidores, que foram deslocados para outra comarca e, desde então, não foram substituídos. "Nós não conseguimos ter acesso aos processos e nada além do protocolo funciona. Isso causa um prejuízo gigantesco para toda a população de fundão", garantiu.

Resposta

Questionado sobre o número de servidores que trabalham na Comarca atualmente, o Tribunal de Justiça não respondeu. O órgão confirmou, no entanto, que foi comunicado do problema e já adotou as providências cabíveis.

"Na próxima segunda-feira (23), serão designados servidores para a Comarca de Fundão, que irão suprir as ausências dos atuais, afastados por licença médica".