• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Retorno de Aécio ao Senado motiva Ricardo Ferraço a solicitar licença até o fim do ano

  • COMPARTILHE
Política

Retorno de Aécio ao Senado motiva Ricardo Ferraço a solicitar licença até o fim do ano

O pedido da licença, segundo o próprio senador, será solicitado no início da próxima semana, na terça-feira (24), e servirá para que ele fique mais próximo aos capixabas

A votação que reconduziu Aécio Neves (PSDB-MG) ao Senado causou impacto direto nas cadeiras capixabas da Casa. Por conta da decisão, o senador capixaba Ricardo Ferraço (PSDB) admitiu que vai solicitar uma licença não-remunerada e se afastará de Brasília até o fim do ano.

O pedido da licença, segundo o próprio senador, será solicitado no início da próxima semana, na terça-feira (24), e servirá para que ele fique mais próximo aos capixabas.

"Vou ficar no Espírito Santo, vou fazer um giro pelo Estado. Essa é uma grande oportunidade de estar próximo das pessoas. Nesses sete anos de mandato, o vai e vem de Brasília é muito grande então vou aproveitar esse período para dialogar com os capixabas, visitar escolas, hospitais e municípios", revela Ferraço.

A licença do senador será de quatro meses, mas por conta do recesso parlamentar que começa no dia 15 de dezembro, Ferraço ficará menos de 60 dias, de fato, longe do cargo. Nesse período, quem assumirá o lugar do tucano na Casa será o suplente Sérgio de Castro (PDT), ex-presidente da Findes, entre 1989 e 1992.

Apesar de não ter comparecido a votação, por conta de uma missão oficial pré-agendada para os Emirados Árabes Unidos, onde foi acompanhar uma competição de educação profissional, Ferraço assegura que mesmo incomodado com a decisão já vinha amadurecendo a ideia da licença.

"Eu já vinha amadurecendo a ideia há alguma semanas, mas essa decisão de ontem do Senado foi uma gota d'agua. Foi uma posição corporativista, que dialoga com a impunidade. Brasília se transformou numa ilha da fantasia e eu quero me distanciar disso", explica.

Eleições

Possível candidato e um dos nomes mais fortes na corrida eleitoral ao governo estadual no ano que vem, Ferraço se esquivou quando questionado se o período no Estado lhe beneficiaria para as eleições.

"As eleições serão só em 2018. O que eu quero na prática é aproveitar esse período de fim de ano e fazer um giro completo pelo Espírito Santo", concluiu.