• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Delegado da PF assume vaga deixada por Eugênio Ricas na Secretaria de Controle e Transparência

  • COMPARTILHE
Política

Delegado da PF assume vaga deixada por Eugênio Ricas na Secretaria de Controle e Transparência

Marcos Paulo Pungnal é chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários no Estado. A escolha do nome dele foi técnica e contou com a participação de Hartung e do ex-secretário Ricas

O delegado da Polícia Federal (PF) Marcos Paulo Pugnal foi confirmado pelo governador Paulo Hartung (PMBD) nesta quinta-feira (16) como o novo secretário estadual de Controle e Transparência (Secont). O anúncio foi feito nesta manhã, em reunião no Palácio Anchieta.

Pungnal, chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários no Estado, vai assumir a vaga deixada por Eugênio Ricas, que deixa o cargo para comandar a Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado da PF, em Brasília.

A escolha do novo secretário foi técnica e sugerida também por Ricas, que deixa o cargo prestigiado. Segundo Hartung, o novo secretário terá como objetivo manter o desempenho que tornou o Espírito Santo referência nacional nos sistemas de controle e transparência.

“Estamos fazendo uma substituição bem conduzida, de um profissional com bom currículo e que representa uma escolha técnica. Marcos é qualificado e será colocado à disposição pela Polícia Federal vindo de uma área fazendária que tem conexão com a Secretaria. O importante é seguirmos com trabalho que já está sendo desenvolvido e avançarmos nas ações que forem possíveis. Tudo que aconteceu e vem acontecendo no país reforça a necessidade de fortalecermos os valores republicanos e estabelecer limites nas relações do poder público com o privado”, declarou o governador.

“Eugênio deixa uma obra muito qualificada. Estamos completando três anos de Governo sem nenhum questionamento ético. Vale lembrar que o próprio secretário recebeu proposta de suborno e fez a prisão em flagrante. É um bom legado que Eugênio deixa aos capixabas e agora estamos na torcida para que construa um bom legado em Brasília”, completou Hartung ao elogiar o agora ex-secretário.

Desafio e motivação

Durante o anúncio, Marcos Pugnal agradeceu ao governador Paulo Hartung pela confiança e afirmou que vai trabalhar para dar continuidade ao que vem sendo desenvolvido na Secont. “É um desafio dar continuidade a esse excelente trabalho, que é conduzido por um corpo técnico de auditores com larga experiência. Isso me motiva muito a levar adiante essas atividades que são referências nacionais”.

Ele destacou que os projetos desenvolvidos hoje na Secont são projetos de Estado. “As referências que tenho da equipe são as melhores e ouço sempre o governador falar em time. Fico muito feliz de participar desse time também”, acrescentou.

Marcos Paulo Pugnal

Natural de Vitória, Marcos Paulo Pugnal ingressou na Polícia Militar do Estado do Espírito Santo em 1996, tendo concluído o Curso de Formação de Oficiais como primeiro colocado de turma, recebendo a Medalha Honra ao Mérito a Formação Policial Militar. Graduou-se em Direito em 2004, na Universidade Federal do Espírito Santo, Especializando-se em Direito Substancial e Processual Penal pela Faculdade de Direito de Vila Velha.

Atualmente é Delegado de Polícia Federal, lotado na Superintendência da Polícia Federal do Espírito Santo, onde exerce a Chefia da Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários, sendo representante na Unidade do Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos.