• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Governo fecha parceria e investirá cerca de R$ 183 milhões em segurança pública no ES

  • COMPARTILHE
Política

Governo fecha parceria e investirá cerca de R$ 183 milhões em segurança pública no ES

De acordo com o comandante-geral da PMES, coronel Nylton Rodrigues, com o valor que serão adquiridas 102 viaturas, 102 caminhonetes, 222 motocicletas de 300 cilindradas, além de 16 postos móveis com veículos do tipo furgão

Buscando formas de reduzir os índices de violência no Espírito Santo, o Governo do Estado vai começar a desenvolver nos próximos meses ações voltadas para a redução de homicídios da juventude, em áreas de vulnerabilidade social, com aplicação na Polícia Civil, na Polícia Militar, no Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) e no Programa Ocupação Social.

O projeto será executado com recursos oriundos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), através de operação de crédito que pode chegar ao valor máximo de R$ 183 milhões até o ano de 2021, quando termina o contrato.

A Secretaria de Direitos Humanos (SEDH) será a responsável por administrar e aplicar os recursos. O secretário da pasta, Julio Pompeu, ressalta que os valores serão destinados destinados à aplicação em segurança cidadã, com foco na redução da violência e da letalidade que atinge, principalmente, a juventude negra de algumas regiões do Estado.

“O BID disponibilizará 56 milhões de dólares e, como contrapartida, o Estado investirá mais 14 milhões de dólares. Desse total, 25% dos recursos serão investidos em capacitação de policiais, na ampliação do sistema da delegacia online e no desenvolvimento da polícia técnico-científica. Outros 25% dos recursos serão aplicados no programa Ocupação Social, que tem como foco ações de prevenção em áreas de alta vulnerabilidade social. A parcela maior, de 49.8%, está prevista para ser investida no Iases e os 0.3% restantes são recursos aplicados na gestão da aplicação deste crédito”, explicou Pompeu.

De acordo com o comandante-geral da PMES coronel Nylton Rodrigues, com o valor que serão adquiridas 102 viaturas, 102 caminhonetes, 222 motocicletas de 300 cilindradas, além de 16 postos móveis com veículos do tipo furgão e aquisição de 235 rádios-comunicadores portáteis. Já para a Polícia Civil está prevista a construção de um centro integrado da polícia técnico-cientifica e uma plataforma integrada de segurança que envolve não só a delegacia online, mas todo um sistema que permita o cruzamento de informações nos inquéritos.

"Com todas essas ações, o objetivo maior é que este grande volume de investimento em segurança cidadã reflita num futuro com menos mortes, menos evasão escolar e maior escolaridade, e até redução de gastos, pois a cada dólar investido em prevenção, 2,5 doláres são economizados aos cofres públicos”, finalizou o secretário.