• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

No ES, Bolsonaro fala sobre anistia a policiais capixabas e liberação de armas para toda população

  • COMPARTILHE
Política

No ES, Bolsonaro fala sobre anistia a policiais capixabas e liberação de armas para toda população

Deputado federal e pré-candidato a presidência participou nesta terça-feira (14) do 1º Fórum Capixaba de Cidadania dos Militares Estaduais, em Vitória

Pré-candidato a presidência da República, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) foi recebido aos sons de "mito" e de "presidente" no 1º Fórum Capixaba de Cidadania dos Militares Estaduais, realizado pela Associação de Cabos e Soldados, em Vitória.

O evento, que aconteceu na tarde desta terça-feira (14) e contou com cerca de 200 pessoas, reuniu militares, apoiadores do deputado e políticos capixabas, dentre eles o deputado federal Manato (SD), responsável por trazer Bolsonaro ao Espírito Santo; o deputado estadual Rafael Favatto (PEN), e os vereadores Cabo Porto (PSB) e Joel da Costa (PMDB), da Serra e Cariacica respectivamente. O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), filho do pré-candidato, também estava presente.

Logo no início do Fórum, ao fim da execução dos hinos nacional e da Polícia Militar do Espírito Santo, os presentes foram surpreendidos por uma apresentação de um grupo de alunos de uma escola pré-militar. Eles ecoaram cantos exaltando Bolsonaro e, logo depois, fizeram uma sessão de flexões com o parlamentar.

Sempre polêmico, Bolsonaro repetiu por diversas vezes algumas das propostas que baseiam sua vida política: a crise na segurança pública no Brasil, a liberação de armas para a população, a importância do militarismo e da anistia aos policiais militares expulsos da corporação por conta da greve da polícia - dentre eles a terceira sargento Michelle Ferri, afastada na última sexta-feira (10) e citada por Bolsonaro em sua fala.

"Precisamos ter uma nova dinâmica, valorizar as polícias e as forças armadas e também acabar com a legislação que proíbe as armas de fogo. Uma arma de fogo garante a liberdade de um povo", frisou. Clique aqui para ler outras falas de Bolsonaro sobre assuntos polêmicos.

Citando o destino e lembrando o longo período em que está na Câmara dos Deputados (desde 1991), o deputado aproveitou o público presente para se elogiar e se colocar, de fato, como candidato a presidência.

"Não é uma obsessão ser presidente, mas tenho o que eles [outros candidatos] não têm: que são vocês [público]. Acredito que se o Brasil tiver um presidente honesto, patriota e que tenha Deus no coração o Brasil vai ser melhor", completou.

Recursos próprios

O deputado também deixou claro que todos os gastos da sua vinda ao Espírito Santo foram pagos com recursos próprios e não com recursos públicos. "Não estou preocupado com o que o pessoal acha disso. Paguei tudo do meu dinheiro. Aliás, sou o político que mais devolve recursos da verba parlamentar e ninguém fala nada. Agora, se eu também quisesse estar aqui com dinheiro da minha cota parlamentar, seria possível também. Atuação parlamentar é em todo Brasil", ressaltou.

Outras agendas

Jair Bolsonaro chegou ao Espírito Santo no início da manhã, por volta das 10 horas, e foi recebido por diversos simpatizantes, que o acompanharam em carreata até a Praia de Camburi.

O último evento de Bolsonaro em Vitória acontece no Álvares Cabral, em Vitória.