• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Prefeitura de Vitória anuncia redução de secretarias e corte de cargos

  • COMPARTILHE
Política

Prefeitura de Vitória anuncia redução de secretarias e corte de cargos

Administração pretende economizar R$ 8 milhões com a medida

A Prefeitura de Vitória (PMV) anunciou que vai encaminhar para a Câmara de Vereadores, na próxima semana, um novo projeto de reforma administrativa para visando a redução de despesas da gestão. A expectativa da administração é economizar R$ 8 milhões do cofre público municipal durante os próximos três anos com a medida. 

A reforma prevê a junção de secretarias e cortes de cargos. A PMV passará a contar com 17 secretarias, duas a menos do que atualmente. Ainda haverá o corte de 57 cargos, sendo 33 ocupados e outros 24 que estão desocupados. Essa é a segunda reforma administrativa da gestão do prefeito Luciano Rezende. 

A Secretaria Municipal de Administração (Semad) será fundida com a Secretaria de Gestão, Planejamento e Comunicação (Seges). Já a Secretaria de Turismo, Trabalho e Renda (Semttre) deixará de existir. A pasta do Turismo será incorporada à Companhia de Desenvolvimento de Vitória, que passará a trabalhar com o turismo e a inovação, além do desenvolvimento. Já a pasta do Trabalho e Renda vai compor a Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos.

O prefeito de Vitória, Luciano Rezende, destacou as medidas que foram tomadas pela administração para cortar gastos.

"Com o fim do Fundap e a crise econômica, nós tivemos uma baixa na arrecadação na cidade nunca antes vista. Nos primeiros quatro anos, governamos com apenas três orçamentos. Tivemos que reinventar a cidade e estamos nesse processo. Fizemos quatro reformas administrativas, diminuindo o tamanho da PMV para atender melhor a população e para sobrar recursos para outros investimentos. Raríssimas instituições no Brasil conseguem reduzir o seu tamanho. Em Vitória, saímos de 25 secretarias e, com a nova reforma, vamos diminuir para 17. Eram mil cargos comissionados e, agora, são cerca de 800. É uma reforma que melhora a qualidade do gasto público e faz com que a Prefeitura caiba no tamanho de uma receita e entrada de recursos menor do que é hoje", destacou Luciano.

Eficiência

O secretário de Gestão, Planejamento e Comunicação, Fabrício Gandini explica que a reforma trará menor custo da burocracia e aumentará a eficiência da Prefeitura. "Além de redução de despesa, vamos modernizar ainda mais a gestão de Vitória, e ainda, vamos fortalecer o turismo da cidade", disse.