• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Desembargadores tomam posse como novos presidentes do TRE-ES e do TJ-ES

  • COMPARTILHE
Política

Desembargadores tomam posse como novos presidentes do TRE-ES e do TJ-ES

Annibal de Rezende Lima e Sergio Gama trocam de cargo e vão comandar novos tribunais no biênio 2018/2019

O desembargador Annibal de Rezende Lima tomou posse na manhã desta segunda-feira (11) como o novo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES). Annibal, que ficará no cargo durante o biênio 2018/2019, será o responsável por comandar o órgão durante a eleição do próximo ano.

A cerimônia de posse contou com a presença do governador Paulo Hartung (PMDB), do presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso (PMDB), de vários outros deputados, além outros desembargadores e membros dos tribunais estaduais.

Annibal de Rezende Lima, que terá como vice-presidente/corregedor o desembargador Ronaldo Gonçalves de Souza, ressaltou a importância e as responsabilidades das eleições de 2018, quando os capixabas vão às urnas para escolher presidente da República, governador do Estado, dois senadores, além de deputados federais e estaduais.

“O cidadão precisa encarar o voto com toda seriedade, como uma oportunidade. O Brasil experimenta uma das fases mais difíceis e tormentosas de sua história republicana. A Justiça Eleitoral vai cumprir seu dever constitucional de garantir ao eleitor a liberdade de sua manifestação, externado pelo voto livre e consciente”, afirmou em seu discurso.

Dança das cadeiras

Annibal trocará de função e cargo com o também desembargador Sérgio Luiz Teixeira Gama, que era o presidente do TRE-ES e agora assumirá a presidência do Tribunal de Justiça (TJ-ES), que era comandado pelo primeiro. A posse de Gama no TJ-ES também aconteceu nesta segunda-feira.

“Nós tivemos a implantação da biometria em 33 municípios com sucesso e segurança, eleições suplementares em Muqui e Fundão, alguns colégios eleitorais, que foram ocupados por estudantes, e também a instituição do Sistema Pardal, que recebeu 6.217 denúncias eleitorais. Renovo a cada dia meu amor e dedicação por essa Casa eleitoral. O trabalho que desenvolvemos é essencial para a democracia e se destacam perante os defeitos”, disse Gama em seu discurso de despedida do TRE.