• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Segovia evita comentar críticas de Janot

  • COMPARTILHE
Política

Segovia evita comentar críticas de Janot

"Não vi as declarações (de Janot). Eu vim aqui hoje para tratar de segurança pública do Estado do Rio de Janeiro, em parceria com a Polícia Civil e Militar", disse o diretor geral da PF

Rio - O diretor geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, evitou comentar as declarações do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot de que ele teria sido nomeado ao cargo para desviar o foco das investigações contra autoridades da República brasileira.

A declaração de Janot à agência de notícias Reuters foi publicada nesta sexta-feira, 1. Ao ser questionado sobre as declarações do ex-procurador-geral por jornalistas, Segovia disse que ainda não tinha visto e logo mudou de assunto.

"Não vi as declarações (de Janot). Eu vim aqui hoje para tratar de segurança pública do Estado do Rio de Janeiro, em parceria com a Polícia Civil e Militar. Ontem, estive com o secretário de Segurança, Roberto Sá, e ficamos mais de três horas discutindo sobre o sistema de segurança pública e a parceria da Polícia Federal com o Rio, para tentar achar soluções para a segurança do Rio", respondeu. O chefe da PF participou de um seminário na sede da Câmara Americana de Comércio.

Questionado novamente, ele respondeu: "Não sei quais foram as declarações dele. Ainda vou ler. Eu não posso prejulgar as declarações dele. Eu acredito que, quando eu ler e souber, a gente pode falar alguma coisa", disse o delegado, antes de ser puxado por assessores e depois de falar por menos de um minuto com jornalistas.