• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Especialista explica a importância dos treinos para grávidas e dá dicas para se exercitar em casa durante a pandemia

CORONAVÍRUS

Saúde

Especialista explica a importância dos treinos para grávidas e dá dicas para se exercitar em casa durante a pandemia

O ganho de peso durante a gestação, pode ser um risco para a saúde da mulher e do bebê, por isso é importante que as mães façam um acompanhamento nutricional junto com um educador físico

Foto: Pixabay

Durante a pandemia, muitas grávidas estão com medo de sair de casa para praticar atividade física, porém, as gestantes podem treinar em casa com acompanhamento de um profissional. 

De acordo com o Personal Trainer Wagner Costa, deve haver uma rotina para as grávidas, mas claro que tudo deve ser realizado com cautela e respeitar tanso os limites da gestante.

Os exercícios ajudam a aliviar dores lombares, musculares que são ocasionadas por conta da sobrecarga da gravidez, a prática regular de esporte, ajuda até mesmo a mulher antes do parto e após. Porém, deve ser realizada uma avaliação por um médico para saber se a gestante é classificada como gravidez de baixo risco.

Na hora do treino, tem que ser levado em conta se a mulher já está habituada a um programa de treinamento ou não e se essa mãe é sedentária. O foco é o fortalecimento e as articulações, se for ativa, talvez na redução de pesos.

O ganho de peso durante a gestação pode ser um risco para a saúde da mulher e do bebê, por isso é importante que as mães façam um acompanhamento nutricional junto com um educador físico. Sabe-se que nenhum exercício físico é proibido para gestantes que não possuem gravidez de alto risco.

Wagner orienta que as grávidas que já fazem atividade física, o personal deve ficar alerta. “No caso de gestantes que já praticam exercícios que exigem esforço maior, a recomendação é a revisão da prática, já que as atividades muito intensas diminuem a circulação para o útero da mulher, atrapalhando o desenvolvimento do bebê".

Mas tem algum exercício que deve ser evitado pela gestante?

De acordo com o personal, sim! É o caso de exercícios que, possam exigir muito esforço da gestante, com alta intensidade. Esses exercícios podem afetar o desenvolvimento da gravidez, como qualquer outra prática de grande esforço físico.

No final de cada exercício, a mulher deve relatar para o personal caso ocorra alguma dor ou incômodo durante a prática.

As mulheres que tiveram filho por agora podem realizar atividade física?

Depende. Se o parto foi cesariana, a recuperação é em torno de 45 dias. Já as que tiveram parto normal, devem observar se não foi desenvolvida alguma doença e a cicatrização boa. Se tudo estiver nos conformes, em cerca de duas semanas, já pode ser realizado exercícios leves, evitando os mais intensos nas primeiras semanas, para não prejudicar na amamentação.

Wagner reforça para a importância da mulher ser acompanhada durante toda a gestação e também após o parto, além de deixar ela mais saudável tem que garantir que nada saia do esperado. Exercícios devem ser realizados para promover saúde e não prejudicar.