• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Mulheres na menopausa têm maior risco de desenvolver covid-19 grave

CORONAVÍRUS

Saúde

Mulheres na menopausa têm maior risco de desenvolver covid-19 grave

A pesquisa demonstrou que altos níveis de estrogênio podem ter um efeito protetor contra o novo coronavírus

Foto: Divulgação
Imagem ilustrativa

Mulheres na menopausa apresentam maior risco de desenvolver a covid-19 de forma grave, já que esse hormônio tem uma queda brusca nessa fase de acordo com uma pesquisa da King's College London publicada no periódico médico medRxiv. A pesquisa demonstrou que altos níveis de estrogênio podem ter um efeito protetor contra o novo coronavírus.

O estrógeno, além de determinar as funções do corpo feminino, como o ovulação, interage com o sistema imunológico, influenciando quantas células imunológicas são produzidas e como elas respondem à infecção, conforme ressalta o estudo. Foram analisados dados de mais de 500 mil mulheres na pós-menopausa, pré-menopausa usando pílula contraceptiva oral combinada (progesterona e estrógeno) e na pós-menopausa em terapia de reposição hormonal no Reino Unido entre 7 de maio e 15 de junho por meio de um aplicativo.

De acordo com os pesquisadores, a covid-19 era mais frequente em mulheres na pós-menopausa e, na faixa etária entre 45 a 50 anos, havia um maior risco de sintomas como anosmia (perda de paladar e olfato), febre e tosse persistente e de necessidade de internação para tratamento com oxigênio.

A prevalência da covid-19 entre mulheres que tomavam contraceptivo combinado, entre 18 e 45 anos, era mais baixa e a frequência de sintomas também. A taxa de hospitalização também foi significativamente menor.

A partir desses dados, os pesquisadores levantaram a hipótese de que o estrógeno poderia servir como protetor contra a doença. Estudos anteriores sobre SARS-CoV e MERS sugerem que isso possa explicar por que homens de todas as idades têm maior risco de infecção grave, incluindo a covid-19.

Já em mulheres na pós-menopausa, entre 50 e 65 anos, que faziam reposição hormonal, a frequência da doença foi alta, mas a gravidade, não, apresentando baixa taxa de hospitalização.

Segundo o Manual Merk, a idade média para a menopausa nos Estados Unidos, é 52 anos. Mas pode ocorrer entre 45 e 55 anos. Fumantes, mulheres que moram em altitudes elevadas e desnutridas costumam entrar na menopausa precocemente, ainda de acordo com o Manual.

*Com informações do Portal R7