Governo do ES reabre concurso para auditor do Estado

Trabalho

Governo do ES reabre concurso para auditor do Estado

Novo período para se inscrever vai das 10h desta sexta-feira (24) até as 18h do dia 8 de julho, no site da banca organizadora, a Cebraspe

Marcelo Pereira

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado de Controle e Transparência (Secont) reabriu as inscrições para o concurso público de auditor do Estado. A oferta é de 12 vagas mais cadastro de reserva. 

O motivo para a reabertura foram as mudanças no edital, entre elas o valor da remuneração que passou de R$ 12.800,00 para R$ 13.568,00. Está também confirmado um auxílio-alimentação no valor de R$ 300. Outra alteração foi feita nos requisitos para a vaga. 

Para comprovação de nível superior não é mais exigido bacharelado ou licenciatura. Ou seja, cursos tecnólogos também serão aceitos, com instituição com reconhecimento do Ministério da Educação (MEC).

O novo período para se inscrever vai das 10h desta sexta-feira (24) até as 18h do dia 8 de julho, no site da banca organizadora, a Cebraspe. A taxa de inscrição é de R$ 153. O prazo para pedido de isenção é o mesmo das inscrições.

Para participar do concurso, é preciso ter curso superior, de acordo com o cargo, em Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Direito, Engenharia Civil ou Tecnologia da Informação. 

LEIA TAMBÉM: Concurso público com 699 vagas para a Receita Federal é autorizado

Provas para auditor do ES acontecem em agosto

Os candidatos serão submetidos a três etapas de avaliação com provas objetivas, discursivas e avaliação de títulos. As provas estão marcadas para o dia 28 de agosto. Antes, estavam programadas para 5 de junho.

Os interessados terão cinco horas para responder as questões. 

Veja todos os detalhes sobre o concurso Secont-ES

O que faz o auditor do Estado?

Os auditores do Estado são responsáveis por analisar previamente as compras e convênios de valores significativos, verificando se as regras e boas práticas administrativas foram seguidas pelos órgãos públicos, o que ajuda a evitar compras antieconômicas e paralisações nos processos licitatórios.

Também realizam o acompanhamento concomitante das contas públicas estaduais, verificando o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal; fazem auditorias na execução de obras, serviços, convênios, aquisições de bens e realizam ações para o fortalecimento da transparência pública e do controle social.

Outras atribuições dos auditores do Estado são planejar e executar ações de prevenção e combate à corrupção, além de supervisionar as investigações instauradas para apurar atos lesivos à Administração Pública praticados por pessoas jurídicas, como fraudes em compras públicas.

Qual a remuneração do auditor do Estado?

O subsídio inicial é de R$ 13,5 mil, podendo chegar a R$ 22,4 mil no final da carreira

São quantas vagas? Haverá cadastro de reserva?

O concurso visa o preenchimento de 12 vagas para profissionais com formação nas áreas de Ciências Contábeis (05 vagas), Engenharia Civil (04 vagas) e Tecnologia da Informação (03 vagas). Há ainda a previsão de formação de cadastro de reserva com 98 vagas, abrangendo, além destas três formações, profissionais das áreas de Administração, Ciências Econômicas e Ciências Jurídicas.

Haverá reservas de vagas?

Em cumprimento à Lei Estadual nº 11.094/2020, o concurso vai reservar três vagas exclusivas para negros (uma para cada área: Ciências Contábeis, Engenharia Civil e Tecnologia da Informação). Além disso, haverá uma vaga exclusiva para pessoa com deficiência, em conformidade com a Lei Estadual nº 7.050/2002, na especialidade de Ciências Contábeis.

Qual o prazo para as inscrições?

Estarão abertas no período de 24 de junho a 8 de julho.

Qual o valor da inscrição?

R$ 153.

Qual o prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição?

No mesmo período das inscrições.

Quando será a prova?

A aplicação das provas objetiva e discursiva será realizada em 28 de agosto. Ambas terão caráter eliminatório e classificatório.

Haverá avaliação de títulos?

Sim, em caráter classificatório, podendo acrescer até no máximo seis pontos na pontuação do candidato.

As provas serão realizadas em turno único?

Sim. Os candidatos terão cinco horas para completar as provas objetiva e discursiva, que serão realizadas no mesmo dia, 28 de agosto, no período da tarde.

Onde serão realizadas as provas?

A princípio, as provas serão realizadas em Vitória. Havendo indisponibilidade de locais suficientes ou adequados na localidade de realização dos exames, estes poderão ser realizados em outros locais.

Quais disciplinas serão cobradas na prova?

As disciplinas comuns a todos os cargos são Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Informática, Auditoria Interna, Técnicas de Controles e Noções de Estatística, Direito Constitucional e Administrativo, Administração Pública, Finanças Públicas e Contabilidade e Administração Financeira e Orçamentária.

Além disso, para cada especialidade serão cobradas disciplinas específicas da área de atuação correspondente.

Já a prova discursiva consistirá na redação de relatório de auditoria a respeito de temas relacionados a conhecimentos especializados.