• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Testes da Linha Verde na Enseada do Suá continuam nesta quinta-feira

  • COMPARTILHE
Geral

Testes da Linha Verde na Enseada do Suá continuam nesta quinta-feira

Além das faixas, cones e agentes de trânsito da Guarda Municipal irão ajudar a organizar o fluxo e orientar os motoristas

Nesta quinta-feira (26), das 14 às 20 horas, continuam sendo realizados os testes para a nova fase de implementação da Linha Verde na capital. A faixa exclusiva, que poderá ser utilizada apenas por ônibus, táxis, vans e veículos com três ou mais pessoas (carona solidária), vai começar a funcionar na Enseada do Suá, próximo ao Hortomercado, e seguirá até o cruzamento da avenida Dante Michelini com a Norte-sul, em Jardim Camburi.

Faixas indicando a ampliação do funcionamento da Linha Verde foram instaladas em diversas avenidas de Vitória com o objetivo de indicar aos motoristas a extensão da via exclusiva.

Os motoristas, no entanto, precisam ficar atentos porque em Camburi, onde o sistema já foi implantado de forma oficial, o horário de funcionamento segue o mesmo: das 6 às 20 horas.

A Linha Verde terá início na altura do Horto Mercado, na Praça do Papa, e seguirá pelas avenidas Nossa Senhoras dos Navegantes, Américo Buaiz, Saturnino de Brito e Dante Michelini, onde já está em pleno funcionamento. Além das faixas, cones e agentes de trânsito da Guarda Municipal irão ajudar a organizar o fluxo e orientar os motoristas.

De acordo com o secretário municipal de Transportes, Tyago Hoffmann, o teste é importante para observar o funcionamento antes da ampliação oficial. "Vamos monitorar a quantidade de veículos em horários determinados, o tempo dos semáforos, os ajustes que poderão ser feitos, as travessias de pedestres, enfim, situações efetivas que servirão à expansão da Linha Verde", explicou.

Novo pedido de suspensão

Um novo pedido de suspensão da Linha Verde, em Jardim Camburi, Vitória, foi protocolado nesta terça-feira (24) no Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES). O recurso para tentar barrar a faixa exclusiva novamente, que ainda será analisado pela Justiça, foi ajuizado pela mesma moradora que conseguiu suspender o projeto no mês passado.

À reportagem, a munícipe alegou que não concorda com a maneira como a Linha Verde foi implantada. Segundo ela, houve falta de diálogo com os moradores sobre a implementação do projeto. Ela acrescentou ainda que a Prefeitura de Vitória teria gastado quase R$ 2 milhões com o projeto, que, segundo ela, apresenta falhas.

De acordo com a moradora, todo esse dinheiro foi gasto com pintura e com câmeras de monitoramento. "Um estudo, feito recentemente, comprovou que as câmeras não capturam imagens de dentro dos veículos, mesmo que esses não tenham películas. Não tem eficácia. As pessoas podem acabar colocando bonecos infláveis nos carros e ninguém vai conseguir provar que não são pessoas", diz.

A Secretaria de Transportes, Trânsito e Infraestrutura de Vitória (Setran) foi procurada pela reportagem para comentar sobre o novo pedido de suspensão da Linha Verde, mas afirmou que ainda não foi notificada.

No dia 21 de março, por decisão do juiz Mário da Silva Nunes Neto, da 3ª Vara da Fazenda Pública da Capital, a Linha Verde foi suspensa na avenida Dante Michelini. A decisão foi tomada a partir de Ação Popular, ajuizada pela mesma munícipe, com a afirmativa de que o projeto estaria causando grande transtorno no trânsito da Capital.

A Justiça cassou a liminar que suspendia o funcionamento da Linha Verde e o projeto foi retomado no dia 10 de abril com a permissão do uso da faixa por veículos que estiverem transportando três pessoas, na chamada "Carona Solidária. Foram contemplados também os motoristas de transporte por aplicativos, como o Uber.

Linha Verde

A Linha Verde na Avenida Dante Michelini foi implementada no dia 12 de maio. A faixa, inicialmente destinada exclusivamente a ônibus, táxis e vans, de segunda a sexta-feira, das 6 às 20 horas, e aos sábados, das 6 às 14 horas, teve início no píer de Iemanjá e fim no cruzamento da Dante Michelini com a Avenida Norte-Sul (sentido Jardim Camburi), numa extensão de 3,8 quilômetros.

Ampliação

Faixas indicando a ampliação do funcionamento da Linha Verde foram instaladas em diversas avenidas de Vitória com o objetivo de indicar aos motoristas a extensão da via exclusiva, que funcionará nesta quarta (25) e quinta-feira (26) em período de teste, das 14 às 20 horas.

A Linha Verde terá início na altura do Horto Mercado, na Praça do Papa, e seguirá pelas avenidas Nossa Senhoras dos Navegantes, Américo Buaiz, Saturnino de Brito e Dante Michelini, onde já está em funcionamento. Além das faixas, cones e agentes de trânsito da Guarda Municipal irão ajudar a organizar o fluxo e orientar os motoristas.

Folha Vitória faz trajeto

A reportagem do Folha Vitória realizou, por duas vezes, o trajeto da Linha Verde em Vitória. A primeira viagem foi feita antes de sua implementação. Já a segunda, foi realizada exatamente uma semana após, já com a faixa exclusiva implementada e com cinco dias de vigência. 

Leia também:

--> Faixas são instaladas para alertar sobre ampliação da Linha Verde

--> Novo pedido de suspensão da Linha Verde em Vitória é entregue à Justiça

--> Linha Verde na Enseada do Suá será testada nesta quarta e quinta-feira