• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Carro que explodiu enquanto abastecia pode ter sido adquirido com documentos perdidos

  • COMPARTILHE
Polícia

Carro que explodiu enquanto abastecia pode ter sido adquirido com documentos perdidos

Veículo está registrado no nome da autônoma Joelma Meireles, que, nesta quarta-feira, foi chamada para prestar depoimento à Polícia Civil

Apesar de o carro estar em seu nome, Joelma garante que nunca havia visto o veículo antes

O carro que explodiu na última terça-feira (10), enquanto era abastecido com gás em um posto de combustíveis de Cobilândia, em Vila Velha, pode ter sido adquirido, de maneira indevida, por meio de documentos perdidos por uma mulher. O veículo está registrado no nome da autônoma Joelma Meireles, que, nesta quarta-feira (11), foi chamada para prestar depoimento à Polícia Civil.

A autônoma, no entanto, garante que nunca havia visto o veículo antes. "Falaram que se eu não comparecesse [à delegacia], eu poderia ser intimada. Aí eu vim e dei meu depoimento normalmente. Mas não conheço as pessoas, não sei quem são", afirmou.

Joelma disse também que não dirige e que já perdeu os documentos pessoais. Ela acredita que eles podem ter sido usados na compra do carro. "Tenho um carro em meu nome sim, mas não esse. Acho que foi um erro do Detran ou de alguém que trabalha dentro do Detran e que conhece as pessoas e fizeram isso, porque não é possível. Falsidade ideológica é crime e eu jamais iria adquirir um carro desse jeito", afirmou.

Também nesta quarta-feira, os irmãos Reginaldo Pereira da Silva, de 42 anos, e Regimar, de 40, que estavam próximos ao veículo no momento da explosão, foram ouvidos pela Polícia Civil. Reginaldo contou que o irmão faz serviço de frete e que foi atender o dono do carro. Ele disse ainda que não conhece o proprietário do veículo.

Imagens de videomonitoramento mostram o momento da explosão do carro | Foto: Reprodução

A polícia agora está atrás de um homem que, nas imagens de videomonitoramento que mostram o momento da explosão, aparece usando a camisa de um time de futebol. Ele foi apontado pelos irmãos como o dono do carro preto.

Já os dois frentistas que abasteceram o veículo foram hospitalizados, mas, de acordo com o gerente do posto, já estão em casa e passam bem. Nesta quarta-feira, foram feitos reparos na estrutura do posto, que foi danificado com a explosão.

O gerente do posto disse ainda que os frentistas do estabelecimento são orientados a pedir para os passageiros descerem do veículo quando abastacem com gás natural. Mesmo assim, a Polícia Civil vai avaliar a conduta do funcionário.