Casal tinha saído para comprar celular antes de jovem ser enforcada em Vila Velha

Polícia

Casal tinha saído para comprar celular antes de jovem ser enforcada em Vila Velha

Ela foi morta dentro de casa e família suspeita que criança tenha sido agredida

O velório foi realizado em uma capela 

Tristeza e revolta marcaram a despedida de Andrielly dos Santos Mendonça, de 20 anos, na manhã desta segunda-feira (5). O velório aconteceu em uma capela, no bairro Vila Nova, em Vila Velha

"Por mais que a gente veja, a gente não acredita, porque a gente fica sem chão, totalmente sem chão", contou a tia da vítima, a auxiliar administrativa Juciara Pereira dos Santos.

A jovem foi assassinada na madrugada do último domingo (4) dentro de casa, no bairro Planalto, também em Vila Velha. Segundo a polícia, o suspeito de cometer o crime é o namorado dela, Rubens de Almeida Dias Júnior, de 22 anos. Ele teria usado o fio de um carregador de celular para enforcar a vítima.

"A gente sabe que brigas vão existir em qualquer casal, mas não imaginávamos que chegaria a esse ponto, pois ele apresentava ser muito tranquilo, muito educado, sempre trabalhando, dava de tudo para ela, para a bebê. A gente nunca viu um destrato dele com ela", disse Juciara.

De acordo com a família, poucas horas antes do crime Andrielly e o namorado haviam saído para comprar um celular. Depois seguiram para a casa de uma das tias da moça. "Como ela comprou o celular, estava falando com umas amigas. Ela disse que ele estava chateado, pois não gostava muito e ele foi embora meio aborrecido. Mas é normal, pois às vezes o casal discute. A gente nunca esperava isso dele", contou Juciane Pereira dos Santos, outra tia da vítima.

Após o crime, o suspeito deixou o local levando a filha da vítima. Ainda no domingo, a menina de apenas dois anos foi levada por familiares do suspeito à Delegacia Regional de Vila Velha, onde foi entregue a parentes da mãe. Eles afirmam que a criança apresentava marcas de agressão. "Ela está com alguns hematomas, o olho roxo, o corpo dolorido, pois ela presenciou toda a situação da morte da mãe", relatou Anderson Pereira dos Santos, pai de Andrielly.

>> Suspeito de enforcar namorada envia mensagens para pai da vítima

De acordo com a polícia, Rubens já tinha passagens pela Justiça. Contra ele existe um mandado de prisão em aberto emitido após agressões à ex-mulher, mas os conflitos continuavam. Por isso, Rubens e Andrielly chegaram a passar algumas semanas longe de casa.

Na residência do casal foram encontradas malas com roupas. Segundo a família, Andrielly pretendia romper o relacionamento, mas aconteceu o pior. Rubens continua foragido. O pai da vítima afirma que o suspeito está por perto. Revoltado, ele pede justiça.

"A gente tem boatos que ontem, no período da tarde, ele esteve próximo a minha residência, na esquina. Como a pessoa que o viu não reconheceu na hora, só à tarde, pois foi quando a gente mostrou a foto. Só não quero que a minha filha caia em estatística. Que a justiça seja feita. Só isso que eu quero", afirmou o pai.